Pastor que fez mais de 300 filmes gays diz que ‘sexo é pecado’

Por José Ferreira a 11 de janeiro 2017 Notícias

Giuliano Ferreira, ou Julio Vidal – como ficou conhecido na indústria de filmes adultos – tem um histórico contando com mais de 300 filmes voltados para o prazer. Muitas dessas produções envolviam em sua maioria o relacionamento com homens.

O ex-galã do conteúdo +18 chegou, inclusive, a gravar cenas eróticas com Rita Cadillac, uma ex-dançarina do saudoso Chacrinha.  No mundo adulto, Vidal levava a fama por sempre interpretar muito bem seus papéis. Mesmo os que envolviam um contato íntimo apenas com alguém do sexo masculino, eram elogiados pelo público.

Entretanto hoje em dia as coisas vão bem diferentes na vida de Giuliano. Se você encontrar o paulistano de 35 anos pelas ruas, irá se deparar com um homem vestido no social, com terno e gravata, carregando uma bíblia embaixo do braço.

Em eventos já passados, o jovem nos conta que passou por uma experiência muito ruim após uma inflamação séria nos dentes e ficou em coma por 5 dias no hospital. Segundo ele, nesse tempo todo desacordado, algo diferente aconteceu. Giuliano relata que ouviu uma voz bem característica lhe dizendo “Chegou o momento de você fazer a minha vontade.” e ele sentiu no seu interior que se tratava de Deus.

Pastor que fez mais de 300 filmes gays diz que 'sexo é pecado'

Após sua recuperação, o ex-ator disse adeus as suas atividades pornográficas para dar espaço para os cultos e a pregação.

Vida financeira

Giuliano ainda conta como sua vida financeira mudou com sua escolha. Como ator pornô, seu salário mensal chegava perto do que muita gente ganha anualmente. Girava em torno de R$ 12.000, 00 por mês.

Sua decisão trouxe uma queda gigante ao seu faturamento, mas ele se sente grato e feliz por ter dado espaço as palavras do Senhor.

Livro

Com uma história pouco comum, o jovem pastor já escreveu um livro para inspirar pessoas por aí que podem estar passando por momentos de dificuldades e desencontros com Deus, relatando sua própria experiência.

Para quem tiver interesse em saber mais, o livro se chama: “Luz, Câmera, Ação e Transformação”.