Home Curiosidades Casais felizes não exibem a vida nas redes sociais, diz estudo

Casais felizes não exibem a vida nas redes sociais, diz estudo

Em tempos de internet, a realidade que se vive no nosso dia-à-dia se mistura com aquela que se constrói nas redes sociais.

Redes como Instagram e Facebook nos permitem expor nossa vida em uma vitrine enquanto temos a oportunidade de espiar a dos outros.

É claro que as conexões que se estabelecem através da internet podem proporcionar muitos benefícios, como manter contato com amigos e familiares distantes, estabelecer novas amizades, promover campanhas, ajudar e ser ajudado e até partilhar artigos como esse.

No entanto, a exibição da vida dos casais ganha destaque no meio de todas as ‘personalidades’ que permeiam esse universo digital.

Fotos de momentos românticos, jantares, passeios, nem um detalhe da vida de muitos casais fica fora das redes sociais. Porém, uma pesquisa realizada pela Universidade Northwestern, nos Estados Unidos, concluiu que pessoas que exibem demais o seu relacionamento são, na verdade, as que mais se sentem inseguras em relação ao parceiro.

Publicado pelo Boletim de Psicologia Social e de Personalidade, o estudo científico acompanhou 109 casais que diziam estar em um relacionamento no seu status no Facebook, incluindo desde casamentos até relacionamentos abertos,

Cada participante registrou em um diário, durante duas semanas, o quanto ele interagiu no Facebook a cada dia e o quanto se sentia inseguro em relação ao relacionamento.

Uma análise dos perfis na rede social foi realizada, considerando a quantidade de publicações sobre a relação que era feita pelos parceiros e o tempo gasto no Facebook. .

Chegou-se à conclusão que eles publicavam mais coisas sobre o parceiro e seu relacionamento, entre fotos, mensagens, entre outras publicações justamente nos dias em que os participantes se sentiam mais inseguros.

A intenção de algumas pessoas é mostrar para os amigos e familiares que seu relacionamento está muito bem, mas a realidade encontrada pelos pesquisadores contradiz tudo isso.

Você pode gostar disso...